Últimas

Campanha Energia para a Vida propõe microgeração solar como alternativa viável à matriz elétrica brasileira

quarta-feira, 29 de junho de 2016

ICV - O Fórum Mato-Grossense de Meio Ambiente e Desenvolvimento (Formad), por meio da representação  titular do Instituto Centro de Vida (ICV) e do Conselho Indigenista Missionário (CIMI), na suplência,  está apoiando a Campanha Energia para a Vida, lançada em 2014, que é uma iniciativa da Frente por uma Nova Política Energética para o Brasil. A partir da entrevista abaixo com Joilson Costa, engenheiro eletricista pela Universidade Federal do Maranhão e coordenador da Frente, o ICV dá início a uma série de matérias sobre esta temática. João Andrade, coordenador do Núcleo de Redes Socioambientais do ICV, cita a importância deste envolvimento, porque hoje se vive um momento em que o potencial de expansão da matriz energética está na Amazônia e isto está gerando impactos socioambientais, a exemplo de Belo Monte e das usinas em Rondônia, de Jirau e Santo Antonio.

“A matriz baseada na energia solar é uma proposta de solução. Queremos incentivar esta alternativa de aliviar o peso das fontes de hidrelétricas. Em Mato Grosso, é uma grande oportunidade, porque existem várias comunidades indígenas e de assentamentos rurais, que não foram contemplados com programas, como o Energia Para Todos. A energia solar descentralizada, de microgeração, seria uma boa solução. Atenderia diretamente pessoas que precisam ser inseridas nestes benefícios”, considera.

Segundo Andrade, o Formad, que é uma rede com cerca de 40 movimentos sociais e instituições ambientais, de certa forma, dá capilaridade a estes segmentos, e permite que se possa fazer a conexão com comunidades isoladas ou municípios que ainda estão vivendo com geração de energia a óleo diesel, que é extremamente impactante às mudanças climáticas.
Veja também